terça-feira, 24 de agosto de 2010

Quem são?



- Quem são os dois pilotos da foto?

Dicas? Eram a dupla de pilotos de uma equipe da década de 90.
Quero saber, além da identidade dos "candangos", a pista em que essas arquibancadas estão 'cravadas'. Quem se arrisca primeiro?

10 comentários:

Legend Formula One disse...

Alex Caffi(sem camisa) e Enrico Bertaggia, da Andréa Moda em Kyalami 1992.

Valeu
Fábio Mandrake

Rianov Albinov disse...

Quase tudo certo, Fábio.

Anônimo disse...

Uai!

Se não é em Kyalami, seria no Autódromo Hermanos Rodriguez, no México? Isso porque os pilotos me parecem, realmente, Caffi e Bertaggia...

um abraço,
Renato Breder

Verde disse...

Caffi e "Bertaja" em Hermanos Rodriguez. Mas já responderam.

O Bertaggia me parece um Quico, o do Chaves, sem bochechas.

Arthur disse...

Bertaggia e Caffi,sem dúvida.

Mas autódromo...
Ou é na Africa do Sul-Kyalami ou no México.
Eles só "correram" pela Andrea Moda nesses dois circuitos.

Na foto,deviam estar esperando,em vão,o carro ficar pronto.

Inclusive,sempre tive uma dúvida sobre esse episódio.
Como que o carro não ficou pronto??
Foi algo parecido com o que quase aconteceu com a Hispania esse ano??

Arthur disse...

AH!

Me chamou a atenção os trajes dos dois.

Típicos da primeira metade da década de 90.
Esses sapatos,"bermuda de escoteiro",camisa por dentro da calça e sinto e cores chamativas...

Minha infância...
Além das carros,sempre existem outros elementos que remetem os tempos de criança.Aliás,esse é um dos motivos pelo qual eu gosto tanto de F1,especialmente da década de 90.

Valeu Rianov!

Ron Groo disse...

Pela foto meiga, jurava que era o DFS e o Felipão... Mas deixa pra lá.

Márcio Vilarinho Amaral disse...

Alex Caffi e Enrico Bertaggia, em 1992, no México. A equipe? A velha e boa Andrea Moda...

Leonardo (eu) disse...

Caffi e Bertaggia dormindo ao invés de correr pela Andrea Moda no México em 1992.

Peraí; correr, Andrea Moda... WAITWHAT?

Daniel Machado disse...

Andrea Moda nem andava direito quando mais correr kkkkkkkkkkk e o carro era tão ruim que nem os pilotos se preocupavam com nada.