quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Fora de Série: Questor Race 71

Batalha entre Europa e Estados Unidos. Esse era um de muitos títulos de jornais, tanto na Europa quanto na América. Se tratava de uma histórica batalha da F1 contra a USAC (campeonato este que daria origem a Cart anos depois).

A corrida foi realizada em 71 no novíssimo circuito de Ontário, na Califórnia. Esse GP foi a inauguração do Ontário Motor Speedway. O circuito tinha um comprimento de 2,5 milhas e era muito parecido com Indianápolis, tanto que logo recebeu o apelido de Indianápolis do Oeste. A construção do projeto ficou a cargo do Questor Group, que, além de modernas instalações, acomodava confortavelmente 140 mil espectadores, e tudo isso por uma bagatela de 25,5 milhões de dólares.

Na corrida, era previsto a participação de 30 carros, sendo 20 F1 e 10 USAC (correndo com os carros da F5000 americana), mas por causa de imprevistos, a corrida contou com 17 carros da F1 e 13 da USAC. E não pense que as equipes de F1 levaram pilotos desconhecidos e sem renome não, ela mandou quase que toda sua "nata" de pilotos.

Por parte da F1, a Ferrari veio com Mário Andretti e Jacky Ickx, a Tyrrell trouxe Stewart, a Lotus vinha com Fittipaldi e Wisell. Outros pilotos que também compareceram ao evento foram: Ronnie Peterson, Chris Amon, Graham Hill, Henri Pescarolo, Dennis Hulme, Jo Siffert entre outros.

Já pelos "donos da casa" vieram: Ron Grable, Mark Donohue, Bobby Unser, Al Unser, AJ Foyt, Tony Adamowicz, Sam Posey, Peter Revson também compareceram.

A movimentação em Ontário começou numa 4ª feira, onde os pilotos se familiarizavam com pista. Lembre-se, que mesmo sendo um oval, o circuito tinha uma parte de misto no interior do traçado. Neste dia somente as Ferraris e os carros da F5000 estiveram no circuito. Nos outros dois dias seguintes, as equipes da Europa chegaram e treinaram.

Com o andar dos treinos, era notável a diferença dos F1, eles eram bem mais rápidos que os F5000, mas existia ai um porem. Os carros da F1 não foram projetados para andar em ovais e suportar as pressões um 'banking', não era fácil. Vários carros da F1 estavam com problemas, o mais afetados foram as BRM P160, que tiveram uma rachadura na suspensão traseira.

Mesmo com todos os contratempos, os carros da Europa venceram a 1ª batalha, a classificação.
Confira o grid final:
(Em negrito os carros da F1)

1 Stewart 1:41.257
2 Amon 1:41.275
3 Ickx 1:41.531
4 Hulme 1:42.458
5 Rodriguez 1:42.473
6 Hill 1:42.763
7 Donohue 1:43.211
8 Siffert 1:43.350
9 Fittipaldi 1:43.358
10 Follmer 1:43.474
11 Wisell 1:43.535
12 Andretti 1:43.542
13 Pescarolo 1:43.709
14 Schenken 1:43.772
15 Posey 1:44.128
16 Cannon 1:44.231
17 Peterson 1:44.360
18 Ganley 1:44.739
19 Bell 1:45.397
20 Gethin 1:45.310
21 Bondurant 1:45.528
22 Revson 1:45.668
23 Adamowicz 1:47.831
24 Al Unser 1:48.172
25 Bobby Unser 1:48.512
26 Hutchison 1:50.954
27 Savage 1:51.509
28 Foyt 1:52.229

Reservas:
Lovely 1:47.269
Hobbs 1:45.331
Byers 1:54.468

A corrida foi divida em 2 baterias, pois se fosse "num tiro só", os F5000 teriam que reabastecer, e a corrida iria ficar muito desigual.

1ª Bateria

Logo na 1ª volta, Ickx dá o bote e assume a liderança da prova, liderança esta perdida na 5ª volta quando Stewart retoma a frente. Na volta 10 o cenário é o seguinte: Stewart liderando com uma certa folga, Ickx em 2º seguido de Amon, Donohue e Andretti.

Em mais algumas voltas, Andretti passa por Amon e Donohue, e se fixa em 3º. Com problemas nos pneus, Ickx é obrigado a parar nos pits para um pitstop, Mario ganha mais uma posição e chega à 2º. A prova transcorria muito bem para Stewart, mas, no final da 1ª bateria, Jackie tem um pequeno problema e é obrigado a diminuir o ritmo, dando a vitória de mão beijada para Andretti.

Resultado da 1ª bateria (32 voltas):

1 Mario Andretti Ferrari 312B
2 Jackie Stewart Tyrrell-Cosworth 001
3 Jo Siffert BRM P160
4 Denny Hulme McLaren-Cosworth M19A
5 Jacky Ickx Ferrari 312B
6 Chris Amon Matra MS120
7 Tim Schenken Brabham-Ford BT42
8 Howden Ganley BRM P155
9 Mark Donohue Lola-Chevrolet T192
10 Ron Grable Lola-Chevrolet T190
11 Peter Gethin McLaren-Cosworth M14A
12 Bobby Unser Lola-Chevrolet T190
13 Derek Bell March-Ford 701
14 Lou Sell Lola-Chevrolet T192

Volta mais rápida: Chris Amon (Matra MS120), 1:43.088

Não terminaram a prova:
15 John Cannon March-Cosworth 701
16 Ronnie Peterson March-Cosworth 711
17 Emerson Fittipaldi Lotus-Cosworth 72
18 Pedro Rodriguez BRM P160
19 Reine Wisell Lotus-Cosworth 72
20 Swede Savage Eagle-Plymouth
21 Graham Hill Brabham-Cosworth BT34
22 Henri Pescarolo March-Cosworth 711
23 Al Unser Lola-Chevrolet T192
24 Tony Adamowicz Lola-Chevrolet T190
25 Gus Hutchison ASD-Chevrolet American
26 Sam Posey Surtees-Chevrolet TS8
27 Bob Bondurant Lola-Chevrolet T192
28 Peter Revson Surtees-Chevrolet TS8
29 A.J.Foyt McLaren-Chevrolet M10B
30 George Follmer Lotus-Boss 70

Não largaram:
-- David Hobbs McLaren-Ford M10B
-- Pete Lovely Lotus-Ford 29C
-- Jack Byers Lola-Chevrolet T190

2ª Bateria

Largando da posição que terminaram a 1ª bateria, Stewart tratou de partir para cima de Andretti e o ultrapassa, só que, na volta 11, Andretti recupera a ponta, e, na volta 16, já abre 5 segundos de vantagem! No final da corrida, Andretti vence fácil com Stewart e Amon batalhando pela 2ª posição. Mais atrás, vinham Ickx e Siffert "se mordendo" na briga da 4ª posição. Brigaram tanto que ambos rodaram e deram a 4ª posição de bandeja para Pedro Rodriguez.

Resultado da 2ª bateria (32 voltas),

1 Mario Andretti Ferrari 312B
2 Jackie Stewart Tyrrell-Cosworth 001
3 Chris Amon Matra MS120
4 Pedro Rodriguez BRM P160
5 Denny Hulme McLaren-Cosworth M19A
6 Tim Schenken Brabham-Cosworth BT33
7 Ron Grable Lola-Chevrolet T190
8 Peter Gethin McLaren-Cosworth M14A
9 John Cannon March-Cosworth 701
10 Tony Adamowicz Lola-Chevrolet T190
11 Howden Ganley BRM P155
12 Lou Sell Lola-Chevrolet T192
13 Jo Siffert BRM P160
14 Gus Hutchison ASD-Chevrolet American
15 Henri Pescarolo March-Cosworth 711
16 Ronnie Peterson March-Cosworth 711

Volta mais rápida: Pedro Rodriguez (BRM P160), 1:42.777

No resultado agregado:

1 Mario Andretti Ferrari 312B
2 Jackie Stewart Tyrrell-Cosworth 001
3 Denny Hulme McLaren-Cosworth M19A
4 Chris Amon Matra MS120
5 Tim Schenken Brabham-Cosworth BT33
6 Jo Siffert BRM P160
7 Ron Grable Lola-Chevrolet T190
8 Peter Gethin McLaren-Cosworth M14A
9 Howden Ganley BRM P155
10 Pedro Rodriguez BRM P160
11 Jacky Ickx Ferrari 312B
12 John Cannon March-Cosworth 701
13 Lou Sell Lola-Chevrolet T192
14 Mark Donohue Lola-Chevrolet T192
15 Derek Bell March-Ford 701
16 Bobby Unser Lola-Chevrolet T190
17 Tony Adamowicz Lola-Chevrolet T190
18 Ronnie Peterson March-Cosworth 711
19 Gus Hutchison ASD-Chevrolet American
20 Henri Pescarolo March-Cosworth 711
21 Emerson Fittipaldi Lotus-Cosworth 72
22 Sam Posey Surtees-Chevrolet TS8
23 Bob Bondurant Lola-Chevrolet T192
24 Peter Revson Surtees-Chevrolet TS8
25 Swede Savage Eagle-Plymouth
26 Graham Hill Brabham-Cosworth BT34
27 Reine Wisell Lotus-Cosworth 72
-- Al Unser Lola-Chevrolet T192
-- A.J.Foyt McLaren-Chevrolet M10B
-- George Follmer Lotus-Boss 70

Na batalha de dois mundos, os carros da F1 dominaram, mas, por ironia do destino, quem venceu foi um americano.

Depois da dessa corrida, o Ontário Motor Speedway se tornou como um elefante branco, não recebia grandes competições. O máximo que sediava eram provas da USAC, mas isso só durou até 80, depois disso, o autódromo foi praticamente abandonado.

Como a qualidade das fotos não são a das melhores, ataco na quantidade. Delicie-se...


Encarte do GP. US vs. Europe.


25,5 milhões numa obra faraônica no meio do nada.


As BRM de Rodriguez, Ganley e Siffert foram as que mais sofreram nos 'bankings'.


Apesar dos 140 mil lugares, "apenas" 65 mil compareceram ao evento.


Mark Donohue nos pits. Ele foi o melhor piloto USAC na corrida.


Aqui, numa disputa de posição com Andretti.


Largada da 2ª bateria.


John Cannon se manteve sempre no meio do pelotão.


Folmer, Wisel, Pescarolo, Gethin. Briga do meio do pelotão.


Visão geral.


Ickx, Stewart, Amon and Hulme. Briga pela liderança na 1ª bateria.


Pedro rodriguez andou muito bem. É dele o melhor tempo dos GP's.


Pescarolo...


...Hill...

Peterson...

... e Fittipaldi andaram sumidos nas corridas.


Depois de perder a 1ª bateria praticamente já ganha, Stewart não teve forças para superar ...


... a Ferrari de Mario Andretti. Venceeu as duas baterias e se sagrou o 1º vencedor do Ontario Speedway.


Trofeu e comemoração da equipe


Manchetes do dia depois da corrida.




Videos da corrida

8 comentários:

walter disse...

Maravilhoso achado!
Essa corrida deve ter sido maravilhosa. Eu não ouvira falar dela e só soube da existência do Questor GP fuçando a internet recentemente.
Mas é um momento épico, seja pelos pilotos, seja pelos carros, seja pelo tipo de circuito.
Valeu, Albinov!!

fernando ringel disse...

Amigo Rianov,
"KARAI"!!!!!!!!!!!!
Esse é com certeza o melhor post do F1 Nostalgia.
Se vc apenas desenterrasse essa história já seria muito interessante. Se vc apensa desenterrasse a história e postasse algumas fotos, muito bom.
Mas contar a história, com os temps de cada piloto, mais "um milhão de fotos" e (!!!!!) dois videos...

PQP!

Um abraço,
Fernando Ringel

Anônimo disse...

Sensacional!!!!!!!

Jonny'O

Marcelo disse...

Repare nas carlotas da roda traseira no carro de Pedro rodriguez

Gustavo disse...

Essa eu nunca tinha ouvido falar. Realmente espetacular!

Mais uma do Rianov!

Fernando Ringel disse...

Esse Ntario Motor Speedway é como se fosse o avô do traçado usapela F1 em INdianápolis.

Anônimo disse...

caro albinov

sou de uma geração mais antiga, e tenho uma lembrança de ter visto um filme documentário dessa prova no cinema, no início dos 70(!) - ou um doc sobre corridas com um trecho sobre o questor gp, algo assim.

abs
fernando amaral

Anônimo disse...

Bem que poderiam fazer uma corrida como essa nos dias atuais, seria demais !