domingo, 21 de novembro de 2010

O que você esta fazendo aí ? Scott Pruett na Larrousse

1988
Scott Pruett, Larrousse Calmels
Lola LC87, Ford Cosworth DFZ 3.5 V8, Goodyear
Teste, Autódromo Fernanda Pires da Silva, Estoril - Portugal

(Clique para ampliar)


- Rara foto, nunca tinha visto

Havia apenas dois anos que ele tinha saído do Kart, quando em 1986 se tornou campeão da IMSA (International Motor Sports Association). Em 1988, o ano do teste com a Larrousse, já tinha ganho o campeonato da Trans-Am e mais um do IMSA. Um prodígio.

Seus muitos contatos com a Ford fizeram-no ganhar um teste com a equipe Larrousse nos dias subseqüentes do GP de Portugal de 88. Philippe Alliot ficou encarregado de mostrar o caminho das pedras para Pruett.

Os testes começaram já na segunda-feira, mas somente com Alliot andando e Pruett aprendendo como lidar com o carro e o traçado do Estoril. Na terça, chegou sua vez. A chuva molhou a pista, mas no decorrer do dia ela foi secando, mas não suficiente para ele ir para pista já com os slicks.

Já com o trilho formado, Pruett calçou os carequinhas e acelerou por aproximadamente 30 voltas, ficando a 3 segundos do tempo que Alliot marcou. Pruett estava ciente que estava muito devagar, mas não queria causar uma dor maior em Gerard Larrousse batendo seu carro.

Como já é sabido, Pruett não continuou sua saga na Fórmula 1. Seguiu de volta aos Estados Unidos, onde fez carreira na Cart e Nascar, sendo campeão mais duas vezes da Trans-Am; tri da Grand-Am e também tri das 24 horas de Daytona, ou seja, um currículo vitorioso nos Stock/Protótipos.

6 comentários:

Daniel Machado disse...

Rarissima mesmo em cara, bela foto. Pelo que li, ele fez bem em não tentar mais nada na F1, já que se sagrou campeão em outras categorias rsrs. Abraço!

Rodrigo Vidal disse...

Acho muito interessante o fato de não usar a "tampa" do motor.

Rianov Albinov disse...

Há a possibilidade deste carro ser um LC87?

Rianov Albinov disse...

Sim, é o LC87

Verde disse...

WOW. WOW. Sem comentários. Nunca imaginava que o Pruett havia feito um teste com a... Larrousse!

Em 88, a FISA divulgou uma lista com todos os pilotos que dispunham de superlicença para competirem na Fórmula 1. Os pilotos estavam classificados por países. E dois americanos dispunham dela: Eddie Cheever e Scott Pruett.

Era desnecessário explicar sobre Cheever, piloto da Arrows. Mas nunca havia entendido como Pruett, que competia na IMSA, possuía uma. O teste na Larrousse explica tudo.

Roberto Taborda disse...

Bela foto Russo... Me diz uma coisa, tu tens foto do primeiro teste do Mauricio Gugelmin na F1? e do Christian Fittipaldi?