domingo, 24 de janeiro de 2010

Quero ver passar!

1981
Gilles Villeneuve (Laffite, Watson, Reutemann, de Angelis), Scuderia Ferrari SpA SEFAC
Ferrari 126CK, Ferrari V6T, Michelin
XXVII Gran Premio de España, Circuito Permanente del Jarama, Madri - Espanha

(Clique para ampliar)


- Fantástico Gilles segurando a turma.

Pena que foi sua última...

15 comentários:

harerton disse...

Lembro que nessa corrida faltou luz lá em casa e eu não vi o final, onde os 5 chegaram colados!

Walmoroso disse...

Caramba, como ele conseguiu segurar esse pessoal? O carro dele tava com problemas?

Speeder_76 disse...

Fantástico, hein? Numa carroça com motor, só mesmo a habiliade do Gilles para segurar o pelotão Cosworth! E num circuito como o de Jarama, tão sinuoso como o do Mónaco, também ajudou.

Salut, Gilles!

walter disse...

Jarama era uma pista muito travada, lenta. Isso facilitou a vida do Villeneuve.
Mas aí entra uma coisa que nós, fãs, valorizamos pouco e valorizamos errado: a reputação.
Villeneuve tinha reputação de veloz, de maluco e de competitivo até um pouco mais do que o llimite.
Os caras que vinham atrás, com carros muito melhores, mas sabiam que Villeneuve bateria (ou correria um risco elevado) para defender sua posição. E esses caras de trás não eram agressivos (salvo o Elio de Angelis).
Digo que valorizamos errado a reputação, porque vejo que criticam o Senna e outros, que forçam ultrapassagens em retardatários, ou que correm o risco de bater. Correr esse risco -- e não bater -- esse é o desafio da F1, que Villeneuve tornou mítico.

carloslins disse...

Talvez por eu não ter vivido essa época, não vejo tanta graça assim no Villeneuve, grande piloto, mas acho que exageram na idolatria.. ou talvez ver tudo por videos e não ao vivo atrapalha..

Tenho muito mais apreço pela raça do Mansell e dele em atividade eu me lembro..

pietra disse...

Coitado do Mansell perto do Villeneuve...não tem nem comparação!

olavoito disse...

Eu me lembro bem dessa corrida, não foi simplesmente o Villeneuve segurando, foi o Villeneuve segurando por dezenas de voltas, e ninguém fazia nada...foi a coisa mais divertidamente chata!

[]s
Olavo

granito disse...

Ferrari,Ligier,McLaren, Williams e Lotus cinco diferentes equipes disputando a ponta, sensacional...

Quanto a Gilles ser um mito mesmo sem um título, ora, se a F-1 não tem Gilles como campeão .... azar da Fórmula 1.

Fernando Kesnault disse...

Simplesmente o melhor piloto que já passou pela F-1.

Rianov Albinov disse...

Pessoal, Gilles era gênio sim!

walter disse...

Gilles, como tantos outros (Cevert, Peterson, Elio de Angelis, Stefan Bellof etc...) morreu sem a chance de ser campeão. Poderia ter sido em 1982, ano em que morreu.
Acho que sim, ele se compara ao Mansell, pela obstinação e irresponsabilidade.
Mas era muito veloz, o mais boçalmente focado em ser muito rápido que já vi.

Laysson disse...

Muito boa a foto, interessante a beleza do Simpson Bandit do De Angelis, que destaca entre os outros capacetes. hehehehe

Ituano Voador disse...

Foram 66 voltas nessas condições, com os quatro fungando no cangote. Coisa de louco!

Carlos Gil disse...

Sigo o seu blog à cerca de dois anos e o considero fantástico.
Parabéns.
Quanto ao grande Gilles, eu recordo-me de assistir a esse GP (sigo a F1 desde 1970) na tv, e lembro-me de uma expressão que alguém então proferiu: "nunca tinha reparado que o Ferrari era tão largo".

Eduardo disse...

gilles era bom mesmo. bem melhor que mansell. mas não era um lauda, piquet ou senna.