sábado, 8 de novembro de 2008

Projetos não concretizados: Minardi Subaru Flat 12

Em meados de 88, a Minardi se juntou novamente com a Motori Moderni de Carlo Chiti, e, juntos, estavam decididos em colocar um motor flat 12 na Minardi.

As conversações/boatos começaram em Abril, quando se especulava Keke Rosberg(!) e J.J. Letho na Minardi. Mas tudo não passou da especulação. Paolo Barrila e Gianfranco Brancatelli também foram lembrados.

O motor Subaru era um flat 12, muito pesado e grande, de alta RPM mas sem potência, e é claro, sem durabilidade, como os primeiros testes constataram.

Pierluigi Martini foi o primeiro a testar o carro. Era maio de 89 e pista era a italiana de Misano, mas a equipe quase não tirou proveito de teste, pois o carro rodou apenas 6 voltas antes de quebrar.

Quem também andou no carro foi o garoto Gianni Morbidelli, também, em Misano, mas agora um mês depois, Morbidelli tinha seu primeiro contato com um F1. Oriundo da F3, ele dá somente 10 voltas antes do motor quebrar. Dias depois, Gianni voltou a testar, mas desta vez um pouco melhor, pois o motor durou 13 voltas.

Em Julho foi a vez de Paolo Barilla testar a Minardi. Em 10 voltas o distribuidor do motor quebrou. Depois da troca da peça, Barilla conseguiu dar 45 voltas(!), mas num tempo bem aquém da Minardi M188 convencional.

Em Agosto, Barilla voltou a testar em Misano, desta vez o motor durou 8 voltas e o 'staff' da Minardi não estava agradando nem um pouco do motor de Chiti.

Tempos depois a Minardi decide que fica com os convencionais Ford V8, ao invés do 'problemático' flat 12.

No final de 89, a Coloni, em conjunto com a Fuji heavy industries, pega o flat 12 e o coloca em seu 'novo' carro, o C3B. Em 90 a Coloni consegue rivalizar com a Life o posto de pior equipe, mas essa, já é outra história...


Carlos Chiti na fábrica da Motori Moderni. Aspecto 'pesadão' do motor



Pierluigi Martini foi o primeiro a andar no carro



A inconsistência do motor era um defeito grave












6 comentários:

Germano disse...

só uma coisa pra ficar crásse Á o post...não foi um acordo Coloni/Subaru, a Subaru comprou a equipe do seu Coloni e ao ver que o motor era uma merda e q se dava melhor no WRC com o Legacy com um motor flat com só um terço de cilindros...passou a pemba de volta pro velho Enzo

Rianov Albinov disse...

Beleza Germano!

Germano disse...

ah..me tornei um seguidor do seu blog...hehehehehe

Anônimo disse...

Meu Deus,que bom ver esta fotos.Eu tinha lido sobre estes testes da Minardi com estes motores da Subaru na resvista Grid de 1989,so que tinha apenas uma foto!Hj em dia eu falo pra pessoas q a Subaru tentou entrar na F1 e ninguem acredita na historia.
Parabens pelas imagens e pelo seu trabalho,eu fico esperando mais imagens da coloni Subaru!Abracos!
Shindi Uehara.Japao.

Arthur disse...

POST SOBRE A MINARDI!!!!!!
Não sabia que a Subaru tentou correr com a Minardi,pra mim foi só com a Coloni.O primeiro carro da Minardi também era com Motori Moderni,mas não me parecia tão ruim não,era o primeiro ano das duas na F1 e a Minardi conseguia ficar no meio do pelotão frequentemente,mas quebrava muito.A Motori Moderni também cedeu seus motores pra AGS, não foi?
O blog tá muito bom mesmo Rianov!!
CONTINUE ASSIM!!

Anônimo disse...

Essas experiências dos anos 80 foram apaixonantes , e a motori moderni estava sempre envolvida em testes , mesmo no motor turbo V6 as coisas foram difíceis no inicio e a fragilidade se tornou marca registrada .

E os motores de Chitti sempre foram assim ,mesmo nos tempos de Alfa , e quando em Subaru as coisas pareciam ainda piores , mas era uma questão de tempo e muito dinheiro.

Outro problema era a configuração Boxer , não era compatível com a aerodinâmica moderna dos anos 90 .

Pior poderia ter acontecido com a Mercedes que estava no mesmo caminho Boxer em seu prototipo sport e depois que viram o tamanho da encrenca fizeram a coisa mais certa ,compraram uma fabrica de motores de corrrida ,a Ilmor .

O mais incrível é que esse motor Mercedes Boxer era ainda mais largo que o Subaru ,pois as cornetas de admissão ficava no meio do comando como era no H16 da BRM !!


Vamos ver Rianov ,este período é riquíssimo nestas experiências mecânicas (Neotec,Nissan ,Isuzu ,HKS)e sempre foi uma luta para conseguir fotos dos motores ,e como a categoria Sport entre 91 e 93 usavam os mesmos 3,5 litros ainda me falta uma foto do motor BRM v12 do P351 e uma foto do motor Toyota V10 de 1992.

Jonny’O