domingo, 9 de novembro de 2008

Pancadas incríveis: Derek Daly Zandvoort 80

Depois do vôo de Monaco, Derek Daly dá outro show.

Era o GP da Holanda, tudo transcorria dentro dos conformes, mas na volta 60, na freada para curva Tarzan, o disco de freio dianteiro esquerdo de sua Tyrrell explode. Junto com o disco, a suspensão também quebra. Numa reta em que se atingia 280 km/h, um erro nos freios, como ocorreu com Daly, poderia ser fatal.

Depois do acidente, Daly disse que só recolheu as pernas o máximo que pode e esperou o impacto. O carro foi catapultado para o alto, deu um giro no ar, e caiu, meio carro na parte dos pneus, meio carro do lado de fora do circuito. Uma pancada e tanta.

Corre Bibendum!





































15 comentários:

Arthur disse...

E ainda saiu tomando suquinho!!!

Não da pra entender como acidentes que aparentemente são mais leves acabam sendo são fatais.

Abraço Rianov!

speed.king.thrasher disse...

nossa!!
q blz de batida cara!

Anônimo disse...

engraçado e o bibendum da michelin parece q ta correndo do acidente!

acho q tem uma batida (das várias) do de Cesaris que tem um bibendum correndo tmb!

Rianov Albinov disse...

Verdade Anonimo, e o pior, foi na mesma curva e no ano seguinte.
Depois eu faço um post com esse acidente!

Teddy disse...

Baixei essa corrida tem duas semanas mas ainda não tive tempo de assistí-la. Quero ver essa batida. Rolou no Blog do Capelli ,já há algum tempo, a dúvida se esse mascote da Michelin na curva Tarzan tinha sido alvo de alguma montagem fotográfica no acidente do De Cesaris em 1981. Bem,agora tem mais esse do Daly e se não me engano um outro do Arnoux, em 82 com a Renault. Talvez colocaram o desenho do Bibendum em disparada pela Tarzan ser uma curva propícia a acidentes. Só hipótese.

Janus disse...

teddy, acho que o acidente do de Cesaris em que o Bibendum sai correndo (esse realmente correu um bocado no início dos anos 80) foi em 1983 e não em 1981. Tem um acidente em Jarama 1981 em que o Andretti também quase atropela ele.

Mas uma foto bem legal do Bibendum, que a princípio não tem nada a ver com este tópico mas peço licença pra postar o link, é esta. Realmente, como você mencionou, parece que o pessoal do marketing da Michelin tinha um faro todo especial para posicionar os outdoors, e para a pose do boneco a ser escolhida. Depois, é só deixar na mão dos fotógrafos, que estes também não deixam por menos!

Ah, Rianov, ficou bem legal do jeito que vc misturou as 3 seqüências em ordem cronológica!

Janus disse...

Olhando de novo umas fotos do de Cesaris/Bibendum, agora tô na dúvida, parece 1981 mesmo ...

Teddy disse...

Janus. A princípio até achei que pudesse ser o De Cesaris, com um carro da Alfa-Romeo patrocinado pela Marlboro em 1982 ou 1983. Depois notei o patrocínio da Unipart no carro. Aí percebi que se tratava do primeiro Mclaren-MP4. Como o De Cesaris só correu pela Mclaren em 1981... Mas confunde mesmo. Quem mandou o cara ser filho do maior distribuidor da Phillip Morris na Itália? Abraços.

Rianov Albinov disse...

Janus e Teddy,

Verdade, a 'tal' foto do de Cesaris batendo, e o Bibendum correndo feito um maluco, foi em 81 mesmo, quando ele corria pela McLaren.

E sobre seu patrocinio da Marlboro, no post passado, aquele dele testando a Ligier, o carro estava sem patrocínio, mas, se repararem bem, o capacete dele esta com o da Marlboro.

Abraços

Janus disse...

Pois é, dá pra ver também pelo adesivo da Valvoline na traseira do carro.
Agora, interessante que naquelas discussões no blog do Capelli e depois no do Fabio Seixas também (dei uma nova lida nisso agora pouco) o Capelli achava que era uma montagem por causa da posição do Bibendum, correndo, que ele nunca tinha visto em publicidade da Michelin. Essas fotos que o Rianov postou aí mostram a mesma posição. Mas andei dando uma procurada, e achei esta, já de 1978. A mesma "pose", então acho que era até bastante comum...

Rianov Albinov disse...

Verdade Janus!

Bem observado. Não tinha percebido que essa era uma 'cara' comun do Bibendun. Valeu

P.S. O Janus é dos meus. Deve ser igual a mim que sai 'catando' e 'fuçando' fotos de F1 por toda essa internet. Quero falar com você Janus, me mande um e-mail.

Abraços

Teddy disse...

Em 84, o De Cesaris desonrou a " famiglia " então. Marlboro e Gitanes, nada a ver.

Speeder_76 disse...

Chiça, que batida! E depois sai de lá para tomar uma bebida açucarada... deve ser para acalmar os nervos!

Rianov, já vi o sitio. Obrigado, tem lá cada foto louca... mas também, era uma era pródiga em inovações "a olho"... Obrigado pela dica.

Daniel Médici disse...

No L'Anné Automobile de 1981 tem uma foto na qual o autor realmente conseguiu fazer o Bibendum correr... do de Cesaris!

Quando aprender a escanear, juro que posto ela.

Ernesto Longhi disse...

Dae Rianov! a porrada é fora de série. Mas, nas fotos em que aparece o assoalho do carro mostra muito bem a "anatomia" dos carros-asa. Sensacional!