quinta-feira, 27 de março de 2008

GP's históricos: Mônaco 1982

Se correr em Mônaco hoje é difícil, imagine a 26 anos atrás, pois é, era realmente difícil segurar um super-carro em ruas tão estreitas e sinuosas.
Em 82 o GP de Mônaco estava em sua 40ª edição, todos estavam muito tristes com a morte de Gilles Villeneuve 15 antes, o clima era pesado e o luto recaía sobre os pilotos. No mundial de pilotos, grande equilíbrio, Prost era seguido de perto por Watson, Rosberg e Lauda, em seguida vinham Pironi e Alboreto, todos eles separados por somente 8 pontos.
Na corrida, Arnoux de Renault larga na pole, atrás dele esta a Brabham de Patrese e a Alfa de Giacomelli. Uma largada atípica em Mônaco, nenhum carro se esbarra no inicio, Giacomelli pula para a 2ª posição enquanto Arnoux trata de abrir uma ampla vantagem com seu super motor Renault Turbo. Com 15 voltas de prova, Prost, que havia largado em 4º se junta ao seu companheiro de equipe na 2ª posição quando derrepente avista Arnoux parado na pista, Renê roda infantilmente na "piscina", deixando livre o caminho de Prost. A corrida parecia ganha para o francês mas, quando um comissário de pista aponta para o ceu, Prost se treme todo, a pouco metros dali, ele bate no muro a 3 voltas do fim, é termino de prova para Prost, e inicio de uma das maires confusões da história da F1. Com a bobeada de Prost, Patrese assume a liderança, com todos já comemorando a vitória de Riccardo, acontece a "desgraça", ele faz a "mirabeau" de lado e roda na "Grand Hotel" deixando Pironi na liderança, posição esta que ele segura por poucos segundo antes de sua Ferrari abandonar com problemas elétricos, de Cesaris ia para a frente quando seu Alfa para por falta de gasolina na ultima volta, Daly também para na ultima volta com problemas no cambio e sem a asa traseira, só aí que Riccardo Patrese, sem saber, cruza a linha de chegada em 1º. Patrese só se dá conta do acontecido, quando vê o carro de Pironi parado dentro do tunel. Didier Pironi e Andrea de Cesaris ainda conseguem completar o pódio nesta verdadeira "corrida maluca".



Daly, Prost, Patrese, Pironi e de Cesaris, estes 5 pilotos disputaram até o ultimo segundo a prova...



... mas quem levou o "caneco" foi a Brabham de Riccardo Patrese.



Comemoração do pódio no principado de Mônaco



Acompanhe com Murray Walker as ultimas voltas desta emocionante corrida

3 comentários:

Nuvolari disse...

Excelente blog, obrigado pela visita. Fazia falta um blog que conte a historia de nosso amado esporte. Acho que F1 Nostalgia vai ser um grande sucesso, ja que os verdadeiros amantes da F1 anhoram a historia e as cosas bonitas (ou nao) da antiga F1.

Parabens e muito exito Rianov, aqui tem um novo letor. A partir de hoje vai ser visita obrigatoria cada dia. :D

Thiago Pereira disse...

Cara, este blog é demais! As fotos são ótimas. Você pode disponibilizar aquele vídeo do Johnny Dumfries em Adelaide no You Tube? Aquelas trocas de marcha são absurdas!!!

alessandro menezes disse...

pq as brabham deste ano não tinha aerofólio dianteiro?