sábado, 19 de junho de 2010

F3000 na F1

1988
Alex Caffi, BMS Scuderia Italia
Dallara 3087, Ford Cosworth DFV 3.0 V8, Goodyear
XVII Grande Prêmio do Brasil, Autódromo Nelson Piquet, Rio de Janeiro - Brasil

(Clique para ampliar)


Beppe Lucchini, dono da equipe Dallara, se aventuraria na Fórmula 1 em 1988. Com sua equipe oriunda da F3000, trazia consigo certa bagagem em corridas, mas não esperava que sua estréia na categoria top dos monopostos fosse tão pífia assim.

O BMS-188, o carro da equipe para a temporada de estréia não ficara pronto para disputar o GP do Brasil em Jacarepaguá. A equipe perigava não correr, mas eis que uma idéia surge na mente do Sr. Lucchini. Por que não adaptar nosso carro da F3000 do ano passado (87) e coloca-lo para correr?

E foi colocando um Ford Cosworth 3.0 DFV que Alex Caffi tentaria disputar o Grande Prêmio.

Tentaria, não é mesmo? 10 segundos mais lentos que o penúltimo (Schneider da Zakspeed), e 20 do que o pole (Senna de McLaren). Caffi ficou longe de pré-classificar o carro. Assim nascia o Dallara 3087, o F3000 da F1.

No GP seguinte, finalmente o carro “oficial” ficaria pronto, e aí sim, Caffi conseguiria andar “bem”, conseguindo até classificar o carro, por sinal.

10 comentários:

Eduardo Casola disse...

Não muito diferente da Hispania em 2010

Eduardo Casola disse...

e que ainda é um chassi Dallara: Trágica coincidência!

F-1 A.L.C. disse...

20 segundos!! por favor manda pro Luca, que tá se queixando de uma certa equipe com chassis dallara!

Márcio Vilarinho Amaral disse...

É, mas com o chassi oficial, o Caffi largou algumas vezes entre os 15 primeiros - bem diferente do carro atual. Outros carros daquele ano que eram até razoáveis (mas que, sem grana pra desenvolver, não tinha o que fazer) eram o Coloni e o Eurobrun. Não incluo o AGS e o Rial porque tiveram mais recursos pra fazer carros mais eficientes.

Fernando Kesnault disse...

Para quem não lê historias dos gps de f-1 em um GP de Phoenix uma das Dallaras da equipe (Pirro) vinha em segundo lugar atrás apenas da imbatível McLaren de Prost (a outra, do Senna, quebrara) tranquilo qdo. foi jogado fora da pista pelo...companheiro de equipe, o idiota do DeCesaris, que os mecanicos queriam praticamente "pegar de pau" após a corrida. Fatos de corrida pouco contado...

Walmoroso disse...

Difícil acreditar num F1 sem carenagem no motor em plenos anos 80

Verde disse...

A Dallara só correu em Jacarepaguá para evitar a multa de 50 mil dólares imposta pela FISA para uma ausência.

E uma outra curiosidade: a equipe estava tão descrente com relação às suas possibilidades de participar da corrida que todos os seus membros já tinham vôos marcados para a Europa para... o sábado!

senna_poa disse...

essa corrida em phoenix mencionada foi em 89 e era o Caffi e nao o Pirro! eu tenho uma autosprint aqui com fotos do lançamento da Dallara pra 88, num aeroporto ao lado de um jato. E realmente nao consigo entender pq no ínicio da temporada 88 tinha tanto carro andando com a bunda de fora! estavam horriveis

Cristiano disse...

Eu lembro de uma história de um F3000 adaptado para Fórmula 1 nos treinos do GP do Brasil, mas achei que tivesse acontecido depois. Ou houve outra?

Speedblog disse...

Essa é para os aficcionados... A primeira versão 2010 do Quiz Speedblog está no ar: teste seus conhecimentos sobre automobilismo e concorra a uma camiseta exclusiva do Shell V-Power Etanol. O jornalista Mair Pena Neto não facilitou na elaboração das perguntas! Responda por e-mail ao quiz no Speedblog e comprove sua paixão pela F1.

Para participar, acesse: http://www.speedblog.com.br/blog.html.post-805

Esperamos que gostem!