sábado, 16 de janeiro de 2010

A volta, segunda edição

2000
Mika Häkkinen, West McLaren Mercedes
McLaren MP4/15, Mercedes V10, Bridgestone
e
Michael Schumacher, Scuderia Ferrari Marlboro,
Ferrari F1-2000, Ferrari V10, Bridgestone
XX Gran Premio di San Marino, Circuito Enzo e Dino Ferrari, Ímola - Itália

(Clique para ampliar)


- Uma das voltas mais memoráveis de todos os tempos está descrita aqui, confira.

7 comentários:

Fleetmaster disse...

Um dos duelos que adorei ver na F1 :
McLAren x Ferrari
Mika x Michael

Show!

Fleetmaster
http://garagemdoscarrinhos.blogspot.com/

Sheldonn Reis disse...

Ainda me arrepio vendo essa volta Rianov. Lembro de ter assistido esse qualifying na casa da minha avó e quando vi o Mika despejar tudo no último traçado eu não acreditei. Agora se você quer ver uma volta de classificação absolutamente alucinante veja a volta do Senna que fez pole position para o GP do Brasil de 91. Estupenda mesmo. Parabéns pelo blog mais uma vez.

Sheldonn Reis disse...

Esqueci de dizer Monza que circuito do c@$¨¨*¨)(*! Uma pena que sai da F1.

walter disse...

No Brasil, a gente fala muito pouco do Mika Hakinen.
Ele foi algumas vezes mais veloz que o Senna e deu um calor no Schumacher, ou seja, merecia ser lembrado mais vezes entre os melhores.

Jarbas disse...

MIKA! MIKA! Aquela rabeada alino fim pra completar a volta foi fantastica! Isso é que foi tirar um coelho da cartola.

Sheldonn disse...

Walter concordo com você pouca gente fala do Mika aqui no Brasil. O cara deu uma dor de cabeça infernal no Schumacher e detalhe que parou relativamente cedo de correr. Acredito que foi o adversário de maior potencial que o alemão teve. Grande piloto. Agora é bom lembrar que quando chovia nos dizeres do Galvão "O Hakinnen nem queria sair do Hotel". hahahaha.
Abcs a todos.

Herik disse...

Grande Hakkinen! E depois dizem que Schumacher nunca teve adversários...

Uma volta magnífica de classificação foi um de Raikkonen, acho que no GP da Alemanha, em 2005. Só me lembro do Galvão Bueno falando que o finlandes tinha errado na volta... claro que errou. Mas não foi Kimi.