quinta-feira, 3 de julho de 2008

Andarilho: Eddie Cheever

Piloto Ítalo-Americano, nascido em Phoenix mas criado em Roma, Eddie Cheever foi um verdadeiro andarilho não só na F1, mas em outras categorias do automobilismo mundial. Na F1, correu 11 anos por 9 equipes diferentes, conseguiu 9 pódiuns sem ganhar nenhuma corrida e sem fazer nenhuma pole, acompanhe a trajetória na F1 deste piloto multi-uso do automobilismo mundial.



Ainda disputando a Formula 2, Cheever estria na F1 pela Theodore ...



... e pela Hesketh, em 3 GP's de 78, não consegue qualificação em nenhum deles
[Colaboração pela foto: Speeder_76]



Em 80, estreia sua primeira temporada completa. Amargura péssimos resultados



Em 81 pela Tyrrell, cheever marca seus primeiros pontos. Chega em 4º no GP da Grã-Bretanha



Pela Ligier em 82 consegue mais bons resultados, especialmente nos GPs americanos onde consegue dois pódiuns



Na Renault, em 83, como companheiro de Prost, faz 4 pódiuns, um deles é o 2º lugar no GP do Canadá



Em 84/85 Cheever se muda para a Alfa, seus resultados pioram com o passar do tempo




Em 86, substituiu o machucado Patrick Tambay na Lola Hass nos EUA.



Na Arrows, Cheever encerra sua carreira na F1 com resultados nada mais que medianos. Conquista seus dois últimos pódiuns nos EUA e na Itália.

2 comentários:

Jonny'O disse...

O Cheever teve uma evolução logica na F1 e em 82 fez um belo campeonato ,foi superior a Laffite ,o que nunca foi facil dentro da Ligier.
Mas quando chegou a Renault então um time de ponta ,ficou sempre na sombra do Prost e pior ,nunca lutou por uma vitoria ,devia ter parado ali e mudado o rumo de sua carreira e voltado para os EUA ,teria sido um dos grandes da Cart.
Assim Cheever chegou tarde e sua convivencia na Foyt nunca foi facil e nada de vitoria .
Para mim foi uma grande surpresa sua vida na IRL onde foi competitivo e seu ponto alto foi a vitoria em Indianapolis .

Claro não vamos esquecer da pintura do capacete ,que é inesquecivel!

Rianov Albinov disse...

Concordo em tudo jonny'o!

Prost disputando o título em 83 com Piquet e Cheever não ajudou quase nada!